Seguidores

sábado, 29 de dezembro de 2012

UM AMOR DIFERENTE

 
Ela era alta, elegante, finíssima... chegava até a ser frágil. Tão frágil, que cada vez que pousava o pé tinha medo de cair e quebrar-se.

Quando o álcool a preenchia, borbulhava de alegria, sentia-se eufórica, mas ainda mais frágil, mais receosa do tilintar da comemoração inerente à bebida, ao álcool.

Não obstante esse medo e essa fragilidade, o álcool era a única coisa que tinha em comum com ele.

Ele era baixo, atarracado, forte na sua forma de estar, embora a ela, do alto da sua elegância, por vezes ele lhe parecesse um pouco bronco.

Ao contrário dela, ele não se sentia nada frágil, nem tinha medo de cair e quebrar-se, nem quando se sentia plenamente preenchido pelo álcool. Sentia-se equilibrado. Ele era forte!

Apesar das diferenças, o amor pelo álcool, pelas festas, pelas comemorações, unia-os. Esses eventos, eram o ponto fulcral da vida deles, era o que tinham em comum.

Não obstante as diferenças, seguiam felizes, sempre juntos no tilintar das suas vidas. Essa relação diferente mas harmoniosa, deu frutos. Surgiram meia dúzia de criaturas, pequeninas que exalavam doces aromas. Tão doces como os sentimentos que faziam despertar em quem se aproximava deles.

E essa felicidade durou até que um dia os receios dela se materializaram. No auge da festa, na euforia das comemorações, alguém entusiasmado demais, na hora do tchim tchim, bateu a flute no copo de whisky com demasiada força, e eis que ela se desfaria em cacos, não fosse alguém ligeiro de movimentos deitar-lhe a mão e desviá-la de um destino trágico. Muito aliviado, o copo de whisky ao ver a sua amada flute de champanhe ser salva, deitou uma baforada alcoólica, que quase embriagou quem estava próximo dele.

Afinal esta história de amor diferente, mas feliz, é entre uma flute de champanhe e um copo de whisky frutificando nos copinhos de licor.

Idália Henriques
 Esta é a história que concebi para o curso de escrita criativa, que pede uma história acerca de um copo.
A Cris, do blog "O que o meu coração diz" , lançou o desafio, a quem quiser, participar com a história do seu copo. Vamos lá participar pessoal? usem a criatividade e imaginação que eu sei que voces têm de sobra.
U abraço a todos e  um 2013, cheio de harmonia, paz , amor, saúde e cada vez mais amizades sinceras nas vossas vidas. 
 

 

12 comentários:

Gracita disse...

Idalia minha amiga. Como és talentosa. Um belíssimo texto e perfeito para esta época onde os mais afoitos se excedem nas bebidas com a desculpa de que estão comemorando. Te agradeço pelo carinho das visitas e pela nossa bonita amizade e te desejo 365 dias de felicidade; 52 semanas de saúde e prosperidade; 12 meses de amor e carinho; 8760 horas de paz e harmonia; Que neste novo ano você tenha 2013 motivos para sorrir...
Beijos com meu carinho
Gracita

edumanes disse...

Falando com os seus botões
Amiga Idalia vim encontrar
Mais amor nos corações
Que o ano novo nos venha dar!

Um amor diferente
Com saúde, paz e alegria
Beleza e amor transparente
No perfume da flor trazia!

Feliz ano de 2013, para você,
amiga Idalia, e para sua família.
São os meus sinceros desejos.

Abraços
Eduardo.

Sensibilidade a navegar com poesias disse...

É difícil encontrar alguém as vezes com nossas características...adorei o texto...parabéns...Um Feliz Ano Novo pra você amigos e família...voltarei

Nádia Santos disse...

Idália querida é um prazer conhecê-la e star aqui em teu cantinho. Adorei a tua história, bem criativa e romântica como minha. Feliz ano novo, muitas felicidades para ti.
http://soltandoamente.blogspot.com.br
http://poesiasesonetos.blogspot.com.br

Evanir disse...

Pai, abençoe os que neste dia te agradeceram a vida,
pois os que sabem agradecer estão prontos para a alegria.
Pai, abençoa os apressados,
pois ainda precisam aprender a controlar o tempo.
Pai, abençoa os que levam a alegria por onde vão,
porque são emissários da luz, e o mundo precisa de luz.
Por fim, Pai, meu Pai, ensina-nos a crer na mensagem do seu Filho mais amado,
a amar ao nosso próximo como á nós mesmos.
A poucas horas do final de mais um ano
rendemos graças ao Pai por mais um ano vivido.
E oremos rogando a nosso Pai pelo novo ano que vai nascer
saúde paz amor união e acima de tudo fé no Criador.
Um feliz e abençoado Ano Novo.
Obrigada pelo carinho em 2012 que venha 2013
na presença de Deus.
Beijos no coração carinhos na alma,Evanir..

Bicho do Mato disse...

Oi amiga, tudo bem? Venho agradecer a
tua visita, também já estou te
seguindo. Voltarei com mais tempo
para continuar lendo teus textos.
Desejo um feliz 2013 para você e toda
tua família. Abraços do amigo Bicho
do Mato.

✿ chica disse...

Que legal te conhecer e adorei o teu conto! muito bem escrito. Belo enredo! Desejo que 2013 seja lino pra ti e tenhas tudo que desejares! beijos,chica

Rosa Branca disse...

Ficou otimo!!!Parabéns mesmo! vou ver se consigo um tempinho para participar também, aproveito para te desejar um FELIZ ANO NOVO.

Paty Alves
www.agape-amorverdadeiro.blogspot.com
www.patyiva.blogspot.com
www.tentardecoracao.blogspot.com

Rosa Branca disse...

Ah consegui terminar meu post de participação no Desafio Criativo: http://www.agape-amorverdadeiro.blogspot.com.br/2013/01/a-vida-de-um-copo-de-vidro.html

Um grande beijo
Paty Alves

5n3v35 disse...

Ficou muito show abençoada. Gostei de sua participação neste desafio. Acabei de postar minha participação.

Jacques disse...

Olá, Idália.
Belo conto; acredito que passamos a vida toda a tentarmos achar nossa metade (o que nem sempre acontece) e devemos ser sábios o suficiente para reconhecê-la quando a encontrarmos.
Também te desejo um 2013 pleno de realizações.
Abraço.

Clau disse...

Olá Idália!
Parabéns pelo texto criativo.
Gostei muito de ler sua participação
no curso de escrita criativa,proposto pelo blog da Cris.
Um abraço \o/

Tradutor

Mapa dos Visitantes

Falando Com Os Meus Botões